31 de maio de 2021

OS “SEM NOÇÃO”



Ainda são muitos os apoiadores deste vil e odiento governo Bolsonaro. Uma gestão que tem como referenciais as teses estapafúrdias de Olavo de Carvalho, o fundamentalismo neopentecostal como delineador de condutas , o fascismo como gestão política e o neoliberalismo como modelo econômico.

Recorrentemente, estes apoiadores ignoram a ciência (os mais empedernidos negam até a esfericidade do planeta), minimizam a pandemia do Coronavírus, não usam máscaras, desrespeitam o isolamento e dizem prescindir da vacina. Enfim, o óbvio pra este tipo de gente parece ser inaceitável. Contudo, querem nos fazer engolir medicamentos ineficazes, dispondo-se até em mudar suas bulas. Absurdamente crêem que é melhor agir normalmente diante de uma situação extraordinária como a de agora.

Abominam a China, desprezam os países, excluem os africanos, negligenciam os europeus, ofendem nossos vizinhos latino-americanos e desconfiam dos órgãos multilaterais. Batem no peito pra exclamarem que o Brasil deve estar “acima de tudo”. Paradoxalmente, endeusam os norte-americanos e aplaudem o belicoso regime israelense.

Tripudiam a democracia e enaltecem o ditatorialismo, pregando, inclusive, a intervenção dos militares na política. Dizem discordar do doutrinamento nas escolas, mas se entusiasmam com as escolas confessionais e militares. São fãs incondicionais da cibernética, mas querem agora que o voto seja impresso por não confiarem, exatamente desta cibernética.

Se autoproclamam arautos da verdade e da liberdade, mas não admitem outras verdades que não sua e adoram a hierarquia e obediência.

Não, eles não são contraditórios e não lhes faltam instrução e informação. Então o que tem eles? Muito cinismo, excesso de hipocrisia, bastante cretinismo e muito ódio. E o que eles não têm? Vergonha, empatia, transigência, tolerância e amor.

Bolsonaro e seu clã são crias empoderadas desta espessa turba de gente estúpida, ora amasiada com a distopia.

Nenhum comentário:

ESPECULAÇÃO SOBRE O TEMPO

CIRES PEREIRA Senhor imaterial das vidas humanas Divindade colossal sem seguidores Referência nada mensurável Suserano que prescinde de baju...