31 de maio de 2021

ABERRAÇÃO

Cires Canisio Pereira

O alojado no Palácio não passa de parido da crise

Este inominável se reivindica “Chefe Maior”

Diz comandar o “melhor” governo da história

Mas porta-se como chefe de turba “nonsense”

Covarde, não tem “papas na língua”

Ofende, calunia, difama, maltrata

Histriônico desmesurado e incorrigível

Despudorado, o descontrole em pessoa.


Diz asneiras desavergonhadamente

Diz ser alguém e age como um ninguém

Não debate, não porque não tolera contrários

Mas porque sequer compreende o perguntado.


Vindo das hostes fardadas, este contumaz arrivista

Sempre singrou incólume, sempre afiando os caninos

Pra uma presa qualquer, mas não esperava por tanto.

Uma presa tão grande, acabou prendendo a todos.


Uma aberração!

Nenhum comentário:

ESPECULAÇÃO SOBRE O TEMPO

CIRES PEREIRA Senhor imaterial das vidas humanas Divindade colossal sem seguidores Referência nada mensurável Suserano que prescinde de baju...