PARABÉNS MULHERES

CIRES PEREIRA 08 DE MARÇO DE 2020
8 de março – Dia Internacional da Mulher - Brasil Escola

Este dia deveria ser o “dia do reconhecimento”, a imensa maioria, sobretudo nós homens, deveria reconhecer o óbvio, a importância da mulher.
Nosso padrão cultural, esta simbiose infame entre heteronormatividade e machismo, construído nos últimos dois mil anos judaico-cristãos, tem nos mantido ainda em cativeiro. O “Século das Luzes” (XVIII) reduziu, embora muito pouco, esta desigualdade de gênero. Seria ingenuidade, esperar que aqueles filósofos tivessem a audácia de sugerir reparos que também reduzissem as desigualdades de gênero.

No século seguinte (XIX), com a consolidação do Estado de Direito incluiu a burguesia, mas manteve a maioria excluída. Esta ordem politico-institucional esteve em conformidade com os interesses dos investidores e empreendedores privados. Avolumaram-se, por isto, as mobilizações populares pela inclusão. Ainda sim, era majoritário no seio destas mobilizações um posicionamento excludente em relação às mulheres, aos LGBT e aos “não-brancos” e “não-cristãos.

No século XX, antes tarde do que nunca, os frutos destas lutas começaram a ser colhidos. Mulheres e outras frações sociais pouco ou nada visíveis e discriminadas pelo “padrão liberal-burguês e judaico-cristão”, começaram a conquistar o que eram merecedoras. 
O movimento das sufragistas nas primeiras décadas, o movimento beatnik nos EUA nos anos 50, a contracultura dos anos 60, os estudantes pela liberdade, as mulheres pela igualdade de gênero e os homossexuais pelo fim da discriminação, se uniram pra que pudessem ser ouvidos e respeitados.

Hoje, graças a este passado e presente de lutas e de coragem, vivemos em condições menos injustas e desiguais como antes. Sim, todo o “Oito de Março” deve ser de comemoração pelo o que já se conquistou, mas acima de tudo, deve ser de reflexão sobre o que ainda precisa ser conquistado e sobre o “eles” tentam subtrair das conquistas. 

Portanto é um dia de luta. 
A mim cabe ser solidário às bandeiras e às lutas de todas vocês por um mundo menos injusto, menos desigual e mais harmonioso. 
Parabéns pra todas as mulheres, especialmente pra todas as que lutam !

Comentários