1 de setembro de 2019

Conte, Presidente!

CIRES PEREIRA
Delate o que viu na vil noite longa
Admita a satisfação pelo que foi feito
Regozije-se do nefasto regime

Como sequer tem sido alguém,
Apele então pra sua ignorância
Reconheça sua falta de razão

Difame terceiros
Tripudie outrem
Calunie o próximo

Precisa de holofotes
Necessita de audiência
Quer seguidores. Parceiros, não!

Dependes das calúnias
Pra insistir que existe
Pra insinuar ser prestável

És algo (não alguém) inominável
És um lobo expulso da pior matilha
És a pobreza de espírito em “pessoa”

Nenhum comentário: