7 de agosto de 2019

DEMOCRACIA E FIDELIDADE PARTIDÁRIA

Cires Pereira
congresso
Numa democracia representativa, como é o caso da democracia brasileira, é imprescindível o instituto da “fidelidade partidária”.

Quando enfatizamos que as organizações sociais, como é o caso do partido político, devem se sobrepor aos indivíduos, fica a impressão de que as liberdades individuais e coletivas estariam sendo subtraídas. Pode ser que sim e pode ser que não, mas no caso de uma ordem democrática, definitivamente NÃO!