REVOLUÇÃO FRANCESA - BASTILHA

No dia 14 de julho de 1789, portanto há 230 anos, populares em Paris tomavam o edifício da Bastilha, donde o agonizante regime monárquico absolutista enclausurava “opositores”.

Tornou-se um evento emblemático na luta pela liberdade.

A partir dele, a mobilização por mudanças pautadas nos princípios advogados pelos iluministas dificilmente seria contida.

O cenário marcado por quedas nos indicadores sociais e econômicos contribuía pra esta mobilização envolvendo amplos setores da sociedade francesa.

Ainda que representantes dos interesses da burguesia tenham se apropriado do Estado francês, as mudanças ensejadas por esta mobilização edificaram um novo país. Desde então, as demandas populares precisariam ser no mínimo consideradas pelos governos, face ao crescente nível de organização e mobilização dos “sans-cullots” (populares).

No final do século XVIII, a tomada da Bastilha, as jornadas populares, o”Grande Medo”, o cerco ao Palácio das Tulherias e a conjuração dos iguais reforçaram a imagem de uma sociedade em movimento e em luta por menos injustiça, menos desigualdade e por democracia.

Comentários