PELO MUNDO

Não fosse a teocracia, iria pra Passárgada.
Não fosse o puritanismo, iria pra Charlestone.
Não fosse o absolutismo, iria pra Riad.
Não fossem os rentistas, moraria em Genebra.
Não fosse o frio, estabeleceria em Helsinque.
Não fosse o chauvinismo, atracaria em Marseille.
Não fosse o monolitismo, moraria em Xangai.
Não fossem as castas, ficaria em Mumbai.
Não fossem os cartéis, residiria em Medellín. 
Não fosse minha obstinação em lutar por um Brasil melhor, certamente o deixaria.

Meu amor não admite fronteiras, tampouco bandeiras. 
Meu amor é pelos homens e mulheres de bem espalhados no mundo.
0