4 de dezembro de 2016

ENEM 2016-2 DEZEMBRO RESOLUÇÃO CIÊNCIAS HUMANAS - GEOGRAFIA

CIRES PEREIRA
05) Durante as três últimas décadas, algumas regiões do Centro-Sul do Brasil mudaram do ponto de vista da organização humana, dos espaços herdados da natureza, incorporando padrões que abafaram, por substituição parcial, anteriores estruturas sociais e econômicas. Essas mudanças ocorreram, principalmente, devido à implantação de infraestruturas viárias e energéticas, além da descoberta de impensadas vocações dos solos regionais para atividades agrárias rentáveis. 
AB’SABER, A. N. Os domínios de nature:ta no Brasil: potencialidades pa, saglst,cas São Paulo: Ateliê Editorial, 2003 (adaptado) 


A transformação regional descrita está relacionada ao seguinte processo característico desse espaço rural: 
A) Expansão do mercado interno. 
B) Valorização do manejo familiar. 
C) Exploração de espécies nativas. 
D) Modernização de métodos produtivos. 
E) Incorporação de mão de obra abundante. 

13) A presença de uma corrente migratória por si só não explica a condição de vida dos imigrantes. Esta será somente a aparência de um fenômeno mais profundo, estruturado em relações socioeconômicas muitas vezes perversas. É o que podemos dizer dos indivíduos que são deslocados do campo para as cidades e obrigados a viver em condições de vida culturalmente diferentes das que vivenciaram em seu lugar de origem. 

SCARLATO. F C. População e urbanização brasileira. ln: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2009 

O texto faz referência a um movimento migratório que reflete o(a) 

A) processo de deslocamento de trabalhadores motivados pelo aumento da oferta de empregos no campo. 
B) dinâmica experimentada por grande quantidade de pessoas, que resultou no inchaço das grandes cidades
C) permuta de locais especificas, obedecendo a fatores cíclicos naturais. 
D) circulação de pessoas diariamente em função do emprego. 
E) cultura de localização itinerante no espaço.  

15) O processo ambiental ao qual a charge faz referência tende a se agravar em função do(a) 

A) expansão gradual das áreas de desertificação. 
B) aumento acelerado do nível médio dos oceanos. 
C) controle eficaz da emissão antrópica de gases poluentes. 
D) crescimento paulatino do uso de fontes energéticas 
E) alternativas dissenso político entre países componentes de acordos climáticos internacionais. 


21) Relacionando as informações do mapa com o processo de ocupação brasileiro, as áreas 
de maior precariedade estão associadas
A) ao fenômeno da marcha para o oeste.
B) à divergência de poderes políticos locais.
C) ao processo de ocupação imigratória tardia.
D) à presença de espaços de baixo potencial produtivo.
E) a baixos investimentos públicos em equipamentos urbanos.


25) Texto I
O Cerrado brasileiro apresenta diversos aspectos favoráveis, mas tem como problema a baixa fertilidade de seus solos. A grande maioria é ácido, com baixo pH.

Disponível em: www.fmb.edu.br. Acesso em: 21 dez. 2012 (adaptado).

Texto II
O crescimento da participação da Região Central do Brasil na produção de soja foi estimulado, entre outros fatores, por avanços científicos em tecnologias para manejo de solos.

Disponível em: www.conhecer.org.br. Acesso em: 19 dez . 2012 (adaptado).

Nos textos, são apresentados aspectos do processo de ocupação de um bioma brasileiro. Uma tecnologia que permite corrigir os limites impostos pelas condições naturais está indicada em:

A) Calagem.
B) Hidroponia.
C) Terraceamento.
D) Cultivo orgânico.
E) Rotação de culturas.


28) Cúpula dos Povos começa como contraponto à Rio+20

Enquanto a conferência oficial no Riocentro, na Barra, é restrita a participantes credenciados, que só entram depois de passar por um forte controle de segurança, a Cúpula dos Povos é aberta ao público, em tendas ao ar livre no Aterro do Flamengo. Ela é aberta também às tribos e discussões mais diversas, em mesas de debate e painéis geridos pelos próprios participantes, buscando promover a mobilização social. Problemas ambientais, econômicos, sociais, políticos e de minorias serão discutidos no evento, afirma uma ativista norte-americana, em alusão ao movimento que ocupou Wall Street, em Nova York, no ano passado.

Disponível em: www.bbc.co.uk. Acesso em: 14 ago. 2012.

Uma articulação entre as agendas ambientalistas e a antiglobalização indica a

A) humanização do sistema capitalista financeiro.
B) consolidação do movimento operário internacional.
C) promoção de consenso com as elites políticas locais.
D) constituição de espaços de debates transversais globais.
E) construção das pautas com os partidos políticos socialistas


31) Em 1967, o geógrafo brasileiro Pedro Pinchas Geiger propôs uma divisão regional do país em regiões geoeconômicas ou complexos regionais. Essa divisão baseia-se no processo histórico deformação do território brasileiro, levando em conta, especialmente, os efeitos da industrialização. Dessa forma, busca-se refletir a realidade do país e compreender seus mais profundos contrastes.


Disponível em: http://educacao.uol.com.br. Acesso em: 23 ago. 2012 (adaptado).A divisão em regiões geoeconômicas ou complexos regionais encontra-se na seguinte representação:


33) A geografia mundial da inovação sofreu uma reviravolta que mobiliza fatores humanos, financeiros e tecnológicos. Esforço humano: com 1,15 milhão de pesquisadores, a China dispõe de um potencial equivalente a 82% da capacidade norte-americana e 79% da europeia; segundo a National Science Foundation norte-americana, o país deverá concentrar 30% de todos os pesquisadores do mundo até 2025.
 Esforço financeiro: em 2009, pela primeira vez, a China apresentou um orçamento para pesquisa que a colocou em segundo lugar no mundo – ainda bastante longe dos Estados Unidos, mas à frente do Japão.
 Esforço tecnológico: em 2011, o país se tornou o primeiro depositante mundial de patentes, graças a uma estratégia nacional que visa passar do Made in China (produzido na China) para o Designed in China(projetado na China).

CARROUÉ, L. Desindustriallização. D1sponlvelem: www.diplomatique.org.br.Acesso em: 30 Jul. 2013 (adaptado).


O texto apresenta um novo fator a ser considerado para refletir sobre o papel produtivo entre os países, representado pela


A) aplicação da ciência e tecnologia no desenvolvimento produtivo, que aumenta o potencial inventivo.
B) ampliação da capacidade da indústria de base, que coopera para diversificar os níveis produtivos. 
C) exploração da mão de obra barata, que atrai fluxo de investimentos industriais para 
os países.
D) inserção de pesquisas aplicadas ao setor financeiro, que incentiva a livre concorrência.
E) transnacionalização do capital industrial, que eleva os lucros em escala planetária.

43) A característica fundamental é que ele não é mais somente um agricultor ou um pecuarista: ele combina atividades agropecuárias com outras atividades não agrícolas dentro ou fora de seu estabelecimento, tanto nos ramos tradicionais urbano-industriais como nas novas atividades que vêm se desenvolvendo no meio rural, como lazer, turismo, conservação da natureza, moradia e prestação de serviços pessoais.
SILVA, J. G. O novo rural brasileiro. Revista Nova Economia, n. 1, maio 1997 (adaptado). 

Essa nova forma de organização social do trabalho é denominada


A) terceirização.

B) pluriatividade.
C) agronegócio.
D) cooperativismo.
E) associativismo.
Postar um comentário