28 de fevereiro de 2016

A DESIGUALDADE NO MUNDO AUMENTA

CIRES PEREIRA

A Oxfam (uma ONG inglesa) antecipou alguns dados de um estudo sobre a distribuição da riqueza mundial em 2015 e duas conclusões chamam a atenção de todos.
1) A metade da população da terra (3,6 bilhões) mais pobre acumula uma riqueza equivalente à riqueza acumulada pelos 62 homens mais ricos do mundo. 
2) 1% da população mundial ou 72 milhões de seres humanos acumula uma riqueza equivalente à riqueza dos demais 99% ou 7,13 bilhões de seres humanos.
A Oxfam tomou como base relatório feito pelo Banco suíço Credit Suisse. O Gráfico nos mostra como o desiquilíbrio social tem aumentado em tempos de crise (2008...2015).

A crise, provocada pelo modelo neoliberal que derrubou os limites e os escrúpulos das grandes corporações privadas, amplificou a miséria da grande maioria, entretanto os mais ricos ficaram ainda mais ricos. Esta evidente contradição ratifica a impossibilidade de defender o sistema capitalista, particularmente o modelo neoliberal em vigor desde meados dos anos 1980.

Os governos, partidos, a imprensa e demais organizações direitistas, amantes do sistema capitalista e, particularmente do modelo neoliberal, se esquivarão e se contorcerão diante da seguinte provocação (como sempre fizeram):

Aos leitores que sempre se posicionam favoráveis ao sistema e modelo vigentes, agora uma provocação: É possível reduzir a pobreza, diminuir as desigualdades sociais e construir um mundo mais justo mantendo este modelo neoliberal?
Postar um comentário