30 de setembro de 2014

VOTO CONSCIENTE, A MELHOR ESCOLHA!

Professor Cires Pereira

Amigos e amigas que pretendem, neste dia 05 de outubro,  exercer uma das ações reforçadoras do Estado de Direito Democrático, o voto ou sufrágio. Trata-se de um momento importante na definição do futuro próximo para nosso país e nosso "Estado" ou membro federativo.

28 de setembro de 2014

ISIS: O ESTADO ISLÂMICO NO IRAQUE E NA SÍRIA

CIRES PEREIRA
Abu Bakr Baghdadi - "o Califa de todos os muçulmanos" -  Photo: REX FEATURES
Todas as atenções nos últimos dias estão voltadas para  início da ação militar envolvendo vários países sob a liderança dos EUA que visa conter e destruir o ISIS (Estado Islâmico do Iraque e da Síria) ou EIIS (Islamic State in Iraq and Syria) em regiões iraquianas e sírias. No dia 24 de setembro o exército nigeriano confirmou a morte do líder do grupo armado Boko Haram, Abubakar Shekau, o que pode significar o início da contenção definitiva dos jihadistas que avançam na Nigéria.

24 de setembro de 2014

ANÁLISE DO DISCURSO DE DILMA NA 69ª ASSEMBLEIA GERAL ONU 2014

CIRES PEREIRA


A Presidente do Brasil Dilma Rousseff esteve nesta terça-feira dia 24 de setembro na abertura da 69ª Assembleia Geral da ONU e, como manda a tradição, proferiu o discurso inaugural elencando um conjunto de ações de sua gestão ao longo dos 35 meses em que se encontra a frente do comando do governo brasileiro. Trata-se de um relatório sobre o seu governo destinado à comunidade internacional, sobretudo aos mais de 200 milhões de brasileiros e brasileiras no Brasil e no mundo.

11 de setembro de 2014

POR UM ESTADO LAICO DE FATO E DE DIREITO



 CIRES PEREIRA


Sou um contumaz defensor do Estado Laico e da liberdade para os cultos religiosos. O Brasil é um Estado laico (será?) segundo a Constituição Federal, logo deveria punir as ofensas que possam incitar crimes de natureza religiosa entre religiosos e não religiosos e entre as religiosidades de um modo geral. Contudo a legislação é brasileira é muito omissa, pois o agressor (representado) se refugia na Constituição Federal de 1988 e na Declaração Universal dos Direitos Humanos para defender-se de alguma acusação que possa ser contra ele apresentada, esta amparada no Código do Direito Penal na Lei 9.459 de 1997.