28 de agosto de 2014

COMO DOAR MEDULA ÓSSEA ?

Cires Pereira

Caros amigos e amigas, abaixo informações importantes sobre doação de medula óssea, leiam com atenção e entrem pra valer nesta campanha. Tenho a mais absoluta convicção de que este é mais um passo, dentre milhões de passos, para sentirmos felizes. Não há nesta vida coisa tão importante quanto nossa predisposição em fazer os outros felizes. A princípio havia pensado em escrever um texto informativo e apelativo (no bom sentido), não o faria tão bem quanto o que reproduzo abaixo, quero que leiam e compartilhem.

Sentir-se bem é sentir-se útil!



O QUE É MEDULA ÓSSEA ?
A medula óssea é a matriz do sangue e se localiza na parte interna dos ossos semelhante ao tutano dos ossos do boi. Na medula óssea estão as células-mãe que dão origem aos glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

QUEM NECESSITA DESSA DOAÇÃO ?

O Transplante de Medula Óssea (TMO) é indicado principalmente para o tratamento de doenças que comprometem o funcionamento da medula óssea, como doenças hematológicas, onco-hematológicas, imunodeficiências, doenças genéticas hereditárias, alguns tumores sólidos e doenças auto-imunes.

  • Doenças Onco- hematológicas
  • Leucemias Agudas e Crônicas
  • Linfomas de Hodgkin e não Hodgkin
  • Mieloma Múltiplo
  • Síndrome Mielodisplásica(SMD)
  • Doenças Hematológicas
  • Aplasia Medular ou Anemia Aplástica Severa
  • Anemia de Fanconi
  • Hemoglobinapatias: Anemia Falciforme e Talassemia
  • Hemoglobinúria Paroxística Noturna
  • Imundeficiências
Congênitas ou primárias e secundárias. A indicação do transplante depende, em geral, da doença e da fase da doença em que os pacientes se encontram. Para muitos casos, não há como controlar a doença somente com a quimioterapia e radioterapia convencional e a realização do transplante poder ser o melhor recurso terapêutico para alcançar a cura.


QUEM PODE DOAR ?
  • Pessoas com saúde em bom estado, entre 18 e 55 anos.
  • Diabéticos podem doar;
  • Pessoas grávidas ou amamentando podem doar;
  • Pessoas que tem pressão alta podem doar;
  • Não há nenhuma restrição quanto a meningite, anemia ou hepatite 'A' que a pessoa tenha tido anteriormente;
  • Não há peso mínimo;
  • Pessoas que tem tatuagem podem doar.

CADASTRO
  • Você precisa ter entre 18 a 55 anos de idade e estar em bom estado de saúde.
  • Colher um exame de sangue (5 ml) para o teste de compatibilidade (HLA).
  • Fornecer sua identificação e endereço para serem colocados no banco de dados com o resultado de seu exame de (HLA).
  • Quando aparecer um paciente, sua compatibilidade será verificada. Se houver compatibilidade, outros teste sanguíneos serão necessários.
  • Se a compatibilidade for confirmada, você será convocado para decidir a doação.
  • Você será avaliado pelo um medico e receberá mais informações.

QUEM NÃO PODE DOAR

Você só não pode ser doador se tiver alguma desta doenças. 
  • HEPATITES B e C, 
  • HIV, 
  • SIFILIS, 
  • CHAGAS e
  • LEUCEMIA OU ALGUM TIPO DE CÂNCER NO SANGUE.

COMO É A COMPATIBILIDADE DE DOADORES?


Paciente tem 25% de chance de encontrar um doador compatível entre irmãos. A maior parte dos pacientes não encontra um doador compatível na família. Assim sendo, procura-se um doador compatível inscrito no registro nacional de doadores. Daí a importância de todos serem doadores de medula.

POR QUE SE REGISTRAR?


O REDOME - Registro de Doadores de Medula Óssea é um banco de dados onde fica os dados e HLA dos doadores. É necessário um grande número de doadores registrados para que os pacientes tenham chance de encontrar um doador compátivel. Para o paciente, você pode representar a única possibilidade de cura.



QUAIS SÃO OS PROCEDIMENTOS COM O DOADOR COMPATÍVEL


Se houver compatibilidade, o doador é convocado para um exame de sangue mais detalhado. O doador será avaliado para certificar seu bom estado de saúde.

QUAL A FORMA DE DOAÇÃO?


Quando o doador consultar o médico, este vai informar sobre qual a melhor forma de coleta célular para paciente que receberá a medula, de acordo com sua doença e da fase em que se encontra. O doador decide juntamente com médico sobre a melhor forma de doação.

COMO A MEDULA É REMOVIDA?


Existem duas formas de doar medula:
  • Punção direta da medula óssea - É realizada com agulha, na região da nádega, de onde retira-se uma quantidade de medula equivalente a uma bolsa de sangue. O procedimento dura 40 minutos e é feito com anestesia. O doador fica em observação por um dia e pode retornar para casa no dia seguinte. Após esse processo, o doador tem a sensação de que recebeu uma injeção oleosa, porém, não ficam cicatrizes, apenas mínimas marcas de alguns furos de agulha. 
  • Punção da veia - A coleta pela veia é realizada pela máquina de aferése. O doador recebe um medicamento por 5 dias que estimula a proliferação das células-mãe migram da medula para as veias e são filtradas. O processo de filtração dura em média 4 horas, até que se o número adequado de células. O efeito colateral do medicamento é que ele provoca dores no corpo, como as de uma gripe.  
         OS RISCOS PARA O DOADOR SÃO MÍNIMOS.

COMO OS PACIENTES RECEBEM A MEDULA?


Depois de um tratamento que destrói a própria medula, o paciente recebe a nova medula por meio de transfusão. Em duas semanas a medula transplantada já estará produzindo células novas.

POSSO DOAR MAIS DE UMA VEZ?


Dificilmente haverá mais de uma pessoa compatível com o doador, no entanto se for necessário, pode haver mais de uma Doação. A medula se regenera rapidamente, como acontece na doação de sangue.

PARA SER DOADOR DE MEDULA PRECISA TER O MESMO TIPO SANGUÍNEO?


Não! O que vai determinar se você pode ser ou não o doador é o teste de HLA e não o tipo sanguíneo.

Texto retirado, com muito prazer e sem pedir licença do site 


Pra saberem mais acessem também o vídeo abaixo, depois leiam

Postar um comentário