30 de junho de 2014

LENDO NAS ENTRELINHAS: PADRE PAULO RICARDO E A CRUZADA CONTRA O SOCIALISMO

Cires Pereira


O padre católico Paulo Ricardo de Azevedo Junior comentou, num vídeo intitulado "Manifestante, estão manipulando você", sobre as manifestações ocorridas em junho de 2013 e concluiu que elas foram um instrumento de manipulação. 

16 de junho de 2014

THE PHYSICIAN (" O FÍSICO) DE NOAH GORDON, UMA LEITURA IMPRESCINDÍVEL

Cires Canisio Pereira


Ficha Técnica: O Físico
Autor: Noah Gordon
Tradutor: Aulyde Soares Rodrigues
Editora: Rocco - 596 página 

  
Sinopse: "No séc. XI, Rob Cole abandona com apenas onze anos a pobre e doente cidade de Londres para vaguear pela Inglaterra. Durante as suas perambulações, fazendo malabarismos e vendendo curas para doentes, vai descobrindo a dimensão mística da sanação. E é através desta peregrinação que descobre o seu verdadeiro dom, que o levará a converter-se em médico num mundo violento, cheio de superstições e preconceitos. Tão forte é o seu sonho que decide empreender uma insólita e perigosa viagem à Pérsia, onde estudará na prestigiada escola de Avicena. Aí dar-se-á uma transformação que modificará para sempre a sua vida e o seu destino..."

ELECCIONES EN AMÉRICA LATINA

CIRES PEREIRA




El año 2014 es muy especial en el contexto de cambios en América Latina en los últimos treinta años. Desde principios de la década de 1980 que las fuerzas democráticas de nuestra región han levantado contra los regímenes dictatoriales y comúnmente llevados a cabo por sus respectivos líderes militares nacionales. Este año siete países acuden a las urnas para elegir a sus próximos líderes. Todo nos lleva a creer que las parcelas mayoría de hombres y mujeres en América Latina repudiar pasado marcado por la voluntad política y en las urnas, reafirman un presente y un futuro México democrático a través de Panamá a Argentina, Perú y Brasil.

14 de junho de 2014

ELEIÇÕES COLOMBIANAS (ELECCIONES EN COLOMBIA)

Cires Pereira, 14 de junho de 2014
O. I.. Zuluaga X J M. Santos
Amigos leitores e amigas leitoras de toda a América latina e Caribe tenho, mesmo que com muitas limitações de toda ordem, acompanhado o debate e as disputas políticas em nossos países. Recentemente cidadãos e cidadãs do Panamá, da Costa Rica e de El Salvador foram ás urnas escolherem seus governantes e representantes numa demonstração de civilidade e acima de tudo de desejo pela consolidação das ordens democráticas respectivas. Deram exemplos de como proceder para a consolidação da democracia repudiando toda e qualquer atitude estranha ao debate democrático.

12 de junho de 2014

AMÉRICA LATINA E AS URNAS

CIRES PEREIRA

AS ELEIÇÕES EM 2014

O ano de 2014 é muito especial no quadro de mudanças na América Latina nos últimos trinta anos. Desde o início dos anos 1980 que as forças democráticas de nossa região tem se levantado contra os regimes ditatoriais e comumente conduzidos por suas respectivas cúpulas militares nacionais. Ao longo deste ano sete países vão às urnas escolherem seus próximos governantes. Tudo leva-nos a crer que parcelas majoritárias dos homens e das mulheres da América Latina repudiam o passado marcado pelo arbítrio político e, nas urnas, reafirmam um presente e um futuro democráticos do México à Argentina passando por Panamá, Peru e Brasil.

8 de junho de 2014

UFU PROVA DE HISTÓRIA 2ª FASE (07.06.2014) RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

CIRES PEREIRA



Prezados vestibulandos a prova de História da 2ª fase do Vestibular UFU de Junho/Julho de 2014 foi bastante seletiva e bem equilibrada, o senão fica por conta da falta de conexão entre o passado e o presente que pudesse reforçar o quão significativos são estes temas no nosso dia-a-dia. Poderia o examinador estabelecer relações entre as concepções de tempo no período medieval e nos dias atuais ou então estabelecer uma vinculação entre as crises de 1929/1933 e de 2008/2014. Os enunciados estavam bem apresentados não sendo suscetíveis a dúvidas para o vestibulando, todas as questões com letras A e B, enfim um prova tecnicamente bem concebida e por isso adequada para a seleção. 

1 de junho de 2014

LENDO NAS ENTRELINHAS: RICARDO AMORIM/REVISTA ISTO É


Cires Pereira



Prezados leitores numa recente edição da Revista Isto é, o articulista e jornalista Ricardo Amorim nos convida à reflexão sobre uma situação anacrônica, a saber. o Estado Brasileiro arrecada como grande e gasta/investe como pequeno. Incitando implicitamente os leitores a concluírem que o Estado constituiu-se muito mais num grande estorvo do que em solução. Trata-se de mais um esforço para a defesa do liberalismo que preceitua a não interferência governamental na economia e, particularmente, na relação capital-trabalho que daria às empresas liberdade suprema para as definições de margens de lucros.