VESTIBULAR UNIPAM PROVA DE HISTÓRIA GABARITO E COMENTÁRIOS

Cires Pereira - 11 de novembro de 2013



Caros Vestibulandos que fizeram a prova de História do Vestibular UNIPAM neste final de semana, seguem abaixo as questões gabaritadas e um breve comentário em cada uma delas. 

A prova de história não exigiu muito do candidato, portanto terá um peso relativamente baixo na seleção.


12: A Revolução de 1905, conhecida pela expressão Ensaio Geral, é um movimento revolucionário que se originou a partir de uma ampla insatisfação social e que teve, como fatores desencadeadores, a derrota da Rússia para o Japão na guerra de 1904-1905 e o episódio chamado Domingo Sangrento. Em resposta ao movimento, centenas de trabalhadores foram metralhados pelos soldados do czar.

(MOTA, M. B. História das cavernas ao terceiro milênio. São Paulo: Moderna, 2005).

Sobre o movimento revolucionário ocorrido na Rússia em 1905, é INCORRETO afirmar:


a) Fortaleceu as teses dos bolcheviques, no que diz respeito à inviabilidade de qualquer tipo de aliança do proletariado com a burguesia.
b) Consolidou, de maneira irreversível, a ruptura entre bolcheviques e mencheviques, estes que eram defensores da tese de que uma revolução democrático-burguesa deveria preceder a revolução socialista.
c) Destacou a importância dos sovietes como representantes da democracia popular, sem atrelamentos a partidos ou a líderes partidários.
d) Derrubou o autoritarismo czarista e possibilitou a realização de profundas transformações no que concerne à consolidação de instituições democráticas.

Comentário: O Czarismo colapsou somente em fevereiro de 1917. As mudanças ocorreram de modo intenso a partir da revolução em outubro do mesmo ano em razão da instalação de um governo pelos bolcheviques. 
Alternativa D

13: No ano em que se comemoram 500 anos que Maquiavel escreveu O Príncipe (1513), o historiador inglês Quentin Skinner, um dos maiores estudiosos do pensamento do filósofo florentino, afirma: “Maquiavel acredita que frequentemente, para manter o Estado, é necessário agir contrariamente à justiça e à boa-fé. Seu conselho nestas circunstâncias é que você nunca deve agir de acordo com o que ditam as virtudes, mas sempre de acordo com as necessidades da situação. Ele nunca declara explicitamente que os fins justificam os meios, mas por certo acredita, como coloca, que se o seu fim é preservar o Estado, então qualquer meio que você empregue deve ser desculpado.” 

(GOES, A. O Príncipe, de Maquiavel, faz 500 anos cada vez mais atual. Disponível em: <http://oglobo.globo.com>. Acesso em: 15 set 2013).

Sobre Maquiavel, filósofo do Renascimento italiano, assinale a alternativa INCORRETA.


a) Fundou o pensamento e a ciência política moderna, secularizou a política e rejeitou o legado ético-cristão.
b) Apresentou uma visão da política que deve ater-se ao real, ou seja, preocupar-se com a eficiência da ação.
c) Defendeu a ideia de que o príncipe virtuoso é aquele que governa com justiça, estabelecendo, entre seus súditos, a igualdade social e a participação político-democrática.
d) Propôs que a sabedoria e o uso da força fundamentam o poder: os fins podem justificar os meios, para resolver conflitos na disputa pelo poder.

Comentário: Maquiavel jamais propusera um governo que tivesse como propósito assegurar a igualdade social, devido a natureza autoritária do governo do “príncipe” a participação político-democrática é descabida. 
Alternativa C

14: Estudar as constituições brasileiras faz com que se tome consciência dos principais conteúdos da nossa história. Assim, pela análise das constituições, pode-se perceber todo o processo de evolução pelo qual o Brasil passou.

(RODRIGUES, P. A. R. Constituições Brasileiras. Disponível em: <http://www.infoescola.com>. Acesso em 15 set. 2013).

Caracterize as constituições, associando a 2ª coluna com a 1ª.

(1) Constituição de 1824
(2) Constituição de 1891
(3) Constituição de 1934
(4) Constituição de 1937
(5) Constituição de 1946
(6) Constituição de 1967
(7) Constituição de 1988

( 1) Fundamentou a separação entre os Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Moderador e estabeleceu as funções deles.
( 3 ) Tornou-se a primeira a constitucionalizar os direitos sociais, estabelecendo um Título referente à ordem econômica e social, e manteve a proibição de voto a mendigos e a analfabetos.
( 5 ) Estabeleceu o mandato presidencial de cinco anos, e o vice-presidente da República passou a ser eleito separadamente.
( 6 ) Concentrou poderes na União e privilegiou o Poder Executivo em detrimento dos outros poderes; baseou toda a estrutura de Poder na Segurança Nacional.
( 2 ) Foi a primeira a fazer a separação entre a Igreja e o Estado, não sendo mais assegurado à religião católica o status de religião oficial.
( 7 ) Criou o mandado de injunção e o mandado de segurança coletivo; estabeleceu o voto facultativo a jovens de 16 a 18 anos, a analfabetos e a maiores de 70 anos.
( 4 ) Reduziu a esfera dos direitos individuais, desconstitucionalizando o mandado de segurança e a ação popular; por meio dela, os Prefeitos Municipais passaram a ser nomeados pelo Governador de Estado.

A sequência CORRETA é

a) 1, 3, 5, 6, 2, 7 e 4.
b) 2, 1, 4, 7, 6, 3 e 5.
c) 4, 3, 2, 6, 5, 1 e 7.
d) 7, 6, 4, 5, 1, 3 e 2.

Comentário: Embora seja uma boa ideia aferir o conhecimento do vestibulando sobre as constituições brasileiras, a banca cometeu um erro primário. Bastaria que o vestibulando soubesse a respeito de uma das constituições para acertar a sequência, ao nivelar por baixo, julgo que se trata de uma questão que pouco faria diferença na seleção.

Exemplo todos sabemos que foi a derradeira constituição brasileira instituiu e facultou o direito de voto para os jovens entre 16 e 18 anos, os analfabetos e os idosos acima de 70 anos.
Alternativa a

15:Analise as considerações abaixo referentes à Ditadura Militar de 1964-85.

I. Veiculou, no discurso midiático da época, O movimento de 31 de março de 1964 para aparentemente livrar o país da corrupção e do comunismo e restaurar a democracia.
II. Estabeleceu a manutenção de um sistema político representativo, com eleições indiretas em todos os níveis, exceto para a Presidência da República.
III. Instaurou o AI-5, instrumento que mais contribuiu para que o regime militar seguisse o curso de uma ditadura, permitindo que vários atos de repressão passassem a fazer parte dos métodos utilizados pelo governo.
IV. Representou a repulsa de setores da sociedade brasileira à tentativa de João Goulart de aumentar a presença do capital estrangeiro no país.

É CORRETO apenas o que se afirma em

a) I, II e IV.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e IV.

Comentário: Os militares justificavam o regime arbitrário por eles conduzido como algo necessário para livrar o pais do comunismo e da corrupção. Arbítrio que se evidenciou, sobretudo com a decretação do AI 5 em 1968
alternativa B

16: Com a eleição de Ronald Reagan, em 1980, para a presidência dos Estados Unidos, a Guerra Fria reassumiu os contornos dos anos 1950. A Era Reagan caracterizou-se por uma truculência verbal contra a União Soviética, considerada como o Império do Mal. Para Reagan, os soviéticos estavam por trás dos vários problemas que os Estados Unidos vinham enfrentando desde o início dos anos 1970. 

(MARQUES, A. Pelos caminhos da História. Curitiba: Positivo, 2006).

Assinale a alternativa que NÃO contém um episódio da Guerra Fria nos anos 1970.

a) A Revolução Islâmica no Irã, que culminou na derrubada do governo do xá Reza Pahlevi, de orientação pró-Estados Unidos.
b) A Revolução Sandinista na Nicarágua, que derrubou a ditadura de Somoza, tradicional aliado norte-americano.
c) O alinhamento da Indochina (Vietnã, Laos e Camboja) com o bloco soviético após a derrubada, por tropas do Vietnã, do regime pró-chinês do Khmer Vermelho, no Camboja.
d) A Revolução Chinesa, liderada por Ho Chi Minh, que passou a ser vista como uma alternativa na luta pela construção da economia socialista de mercado.

Comentário: A Revolução chinesa ocorreu logo após a 2ª guerra, em 1949, sendo conduzida por Mao Tse-tung e não por Ho Chi ming que era vietnamita.
Alternativa D

17: Subindo ao poder em outubro de 1930, Getúlio Vargas nele permaneceu por quinze anos, sucessivamente como chefe de um governo provisório, como presidente eleito pelo voto indireto e como ditador. Deposto em 1945, voltaria à presidência pelo voto popular em 1950, não chegando a completar o mandado por suicidar-se em 1954.

(FAUSTO, B. História do Brasil. 9. ed. São Paulo: Edusp, 2001, p. 331).

Sobre a Era Vargas, é CORRETO afirmar:

a) Utilizou-se de intensa propaganda governamental, com a criação da DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda).
b) Criou o Plano SALTE, focado nas áreas de Saúde, Alimentação, Transportes e Energia.
c) Consolidou a modernização do país através de incentivos à industrialização brasileira, com ênfase na privatização de atividades econômicas.
d) Promoveu crescimento acelerado por meio da expansão da indústria de bens de consumo duráveis.

Comentário: Uma das característica marcante do populismo, como era o caso do Governo Getúlio Vargas é a preocupação com a imagem do governo e o enaltecimento das ações de governo. O DIP foi criado com o propósito de se tornar a mais presente e convincente propaganda do governo.
Alternativa A

18: O desencadeamento da descolonização fez surgir uma estratégia dos países que emergiam na Ásia e na África. Em 1955, em Bandung (Indonésia), reuniram-se 29 desses países afro-asiáticos que se apresentavam como um Terceiro Mundo. Pronunciaram-se sobre o socialismo e o neutralismo e contra o Ocidente e a URSS e proclamaram o compromisso dos povos liberados de ajudar a libertação dos povos dependentes.

(LINHARES, Maria Yedda. A luta contra a metrópole (Ásia e África). São Paulo: Brasiliense, 1985).

Assinale a alternativa que NÃO corresponde aos principais pontos defendidos na Conferência de Bandung.

a) Condenação do colonialismo, a discriminação racial e a corrida armamentista.
b) Afirmação de uma ‘política de não alinhamento’ para impedir a ingerência das superpotências nos assuntos internos.
c) Difusão da industrialização nos continentes afro-asiáticos para eliminar as guerras intertribais no processo de descolonização.
d) Solução de conflitos internacionais por meios de negociações, conciliações e arbitragens por tribunais internacionais.

Comentário: A Conferência realizada em Bandung na Indonésia tinha por objetivo estabelecer uma equidistância entre as potências que se engalfinhavam pelo controle do Planeta: EUA e URSS, logo não era prioridade, pelo menos naquela ocasião, estimular a industrialização, pois seria uma ingenuidade acreditar que os conflitos entre os povos nestas regiões cessariam com a prosperidade.
Alternativa C
0