RETROSPECTIVA 2013 DO "ESCRITA GLOBAL"

Cires Pereira

Caros leitores e leitoras, testemunhamos um ano marcado por muitos acontecimentos. Alguns nos causaram bastantes impactos, outros nem tanto. Levarei em conta os fatos mais chocantes ou que foram os mais significativos para uma certa parcela da humanidade, e muito provavelmente continuarão repercutindo nos próximos anos. Tendo como base os acontecimentos aqui relatados, concebi outro texto no qual apresento as projeções políticas e econômicas para o ano de 2014, acione o link abaixo:



JANEIRO


Fachada da Boite Kiss em Santa Maria (RS) 

A tragédia: Um incêndio na madrugada do dia 27 na Boa Kiss em Santa Maria (RS) mata 242 jovens. 

A posse: Obama inicia seu segundo mandato a frente do governo dos EUA após vitória sobre os republicanos no final do ano de 2012. 

FEVEREIRO



A morte: Um torcedor boliviano é morto durante partida de futebol entre Corinthians e o time local, doze corintianos são presos.

A intimidação: Vários ataques a alvos preferencialmente militares, perpetrados pelo crime organizado em Santa Catarina, assustam cidadãos. 

A reeleição: Rafael Correa é reeleito presidente do Equador. 

A renúncia: O Papa Bento XVI renuncia ao cargo tornando-se Papa Emérito dos Católicos. 

MARÇO


Papa Francisco na Praça São Pedro 19.03.2013 


A entronização: O Papa Francisco inicia seu pontificado sinalizando reformas pontuais na Instituição cuja imagem tem sido arranhada por conta de escândalos envolvendo parte de seus clérigos. 

A ampliação: O Senado aprovou a ampliação dos direitos trabalhistas para as empregadas domésticas.
A escolha: O Pastor Marcos Feliciano, controverso por suas posturas contrárias às minorias como o GLBT, assumiu a Presidência da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. 

O acordo: Sérvia e Kosovo firmam um acordo de normalização de relações, precondição para se juntarem à União Europeia (UE). 

O falecimento: Hugo Chávez, presidente venezuelano e líder da “revolução bolivariana” é morto vítima de câncer. 

A cura: Médicos americanos anunciaram que conseguiram curar uma criança de dois anos com AIDS injetando uma superdosagem de medicamentos assim que ela nasceu.

ABRIL



Atentado durante a Maratona em Boston (EUA) 

O atentado: Durante a tradicional maratona em Boston duas bombas explodiram causando a morte de três pessoas, os suspeitos, de origem muçulmana, são dois irmãos chechenos, os irmãos Tsarnaev viviam legalmente nos Estados Unidos, um morreu e o outro capturado pela polícia. 

A briga: ônibus cai de um viaduto no Rio de Janeiro matando sete pessoas o motivo foi uma briga entre um passageiro e o motorista do ônibus. 


Feminista que protesta contra a intolerância islâmica é agredida em Paris 

Os protestos: Mulheres europeias convocadas pelo FEMEN (organização feminista surgida na Ucrânia com adeptas no mundo inteiro) protestam contra o rigor islâmico em apoio a Amina, jovem tunisiana que causou postou fotos suas com o peito nu na internet, em frente a uma Mesquita e m Milão. 

A eleição: O centro-direitista Horácio Cartes é eleito novo presidente do Paraguai, as declarações de natureza homofóbicas, atribuídas ao novo presidente indicam sua postura conservadora. 

A confirmação: Nicolas Maduro elege-se presidente da Venezuela e mantém-se a frente do governo. Maduro havia assumido interinamente após a morte de Hugo Chávez.


MAIO


Parlamento Brasileiro aprova MP dos Portos 

A aprovação: A Medida provisória dos Portos é aprovada no parlamento brasileiro abrindo caminho para novos investimentos neste setor fundamental para reduzir custos e alavancar o comércio internacional. 

A marcha: Defensores da descriminalização da maconha realizaram uma marcha em Porto Alegre com cinco mil participantes. A tragédia: Na cidade de Savar em Bangladesh, um edifício desmoronou causando a morte de 1.100 pessoas. 

A clonagem: pesquisadores estadunidenses do Estado do Oregon anunciaram a clonagem de embriões humanos. Relataram a produção dos primeiros embriões humanos clonados do mundo, dos quais foram obtidas as primeiras linhagens de células-tronco embrionárias humanas clonadas. 

O ataque: Israelenses atacam alvos do Hezbollah na Síria, reacendendo a ameaça de uma guerra regional.


JUNHO



Manifestação no centro de Recife 20.06.2013 

As manifestações: Em todo o Brasil manifestações contra a corrupção, por melhores condições de mobilidade urbana e por outros direitos. Os protestos, que se estenderam até julho, fizeram emergir os controversos “Black Bloc”.

A conquista: A seleção brasileira de futebol conquista a Copa das Confederações ao derrotar o selecionado espanhol por 3 a 0. 

A proposta: O governo Dilma, diante dos protestos no Brasil, propôs uma agenda constituída por cinco pactos: a reforma fiscal, a reforma política, melhorias no sistema de saúde pública, os transportes públicos urbanos e a educação, este último o governo reitera seu projeto de destinação de 100 % dos royalties do pré-sal à educação. 



Edward Snowden ex-NSA 

A denúncia: O jornal britânico The Guardian publica denúncias feitas por Edward Joseph Snowden dando conta do monitoramento de milhões de telefonemas pelo governo norte-americano.


JULHO 

A rejeição: O Congresso Nacional rejeita a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 37 que vedava ao Ministério Público o direito de investigação para amparar suas acusações. 

A visita: O Papa Francisco visita o Brasil causando grande mobilização e envolvimento da comunidade católica. 

A conquista: O Atlético sagra-se campeão da Copa Libertadores da América.



Mursi entre os militares responsáveis por sua destituição 

O golpe: O presidente egípcio Mohamed Mursi é destituído pelo Exército que continua no poder. A Irmandade Muçulmana lidera desde então os protestos contra os militares. 

O descarrilamento: Oitenta pessoas morreram no descarrilamento de um trem de passageiros próximo à estação de Santiago de Compostela na Espanha. 

A arrogância: Os governos espanhol, francês e português não permitiram que o avião presidencial boliviano fizesse escalas em seus territórios. Os “amigos” do governo norte-americano avisaram os europeus que Morales trazia no avião Edward Snowden, o homem que revelou como Washington espionava as conversações telefônicas e as mensagens de internet da maioria do planeta, inclusive da ONU e da União Europeia.


AGOSTO



Médico Cubano hostilizado durante desembarque no Brasil 

A hostilização: Médicos cubanos são hostilizados por médicos e estudantes de medicina no desembarque em Fortaleza (CE) para participarem do programa “Mais Médicos”. 

A posse: O novo presidente do Irã, Hassan Rohani, assume o governo. O Presidente é considerado como mais propenso ao diálogo com o Ocidente. 



A covardia: Muitos mortos na Síria em razão do uso de armas químicas sobre cidadãos indefesos, o Ocidente e a oposição acusam o regime de Bashar al-Assad.


SETEMBRO

A sanção: Dilma Rousseff sancionou a Lei que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% para a saúde. As três últimas grandes descobertas de campos de petróleo foram: Libra, Franco e Lula. O governo estima U$S 112 bilhões apenas em royalties nos próximos dez anos. 

A retomada: O governo retomou o processo de concessão à iniciativa privada a gestão das estradas federais com o leilão de um trecho da BR 050 no Triângulo Mineiro e parte de Goiás. 

O acordo: O Conselho de Segurança da ONU e o governo da Síria chegam a um acordo no qual o governo sírio compromete-se em destruir seu arsenal de armas químicas.



O atentado: O grupo terrorista somali Al Shabab invadiu um shopping em Nairóbi no Quênia, causando a morte de 72 pessoas. A ação, segundo o grupo, foi uma represália contra o Quênia que mantém 4.000 soldados no sul da Somália com o objetivo de combater militantes do Al Shabab neste país. 

A detenção: Trinta membros do Greenpeace foram presos pelo polícia russo quando tentavam escalar uma plataforma de petróleo da Gazprom (empresa petrolífera russa). Foram soltos em dezembro após manifestações em todo o mundo contra a detenção. 

A reeleição: O Partido da centro-direitista Ângela Merkel sai vitorioso nas eleições parlamentares, assim a Chanceler continua a frente do governo alemão


OUTUBRO

A troca: Marina Silva, tendo sido rejeitado o pedido de funcionamento da “Rede”, filiou-se ao PSB (Partido Socialista Brasileiro) sinalizando que poderá candidatar-se a Vice-presidenta na Chapa do Governador Eduardo Campos. 



A invasão: Ativistas em defesa dos animais invadiram o Instituto Royal para resgatarem cães da raça beagle que eram usados como cobaia nos testes para fármacos e cosméticos. 

A mácula: O Monumento às Bandeiras de Victor Brecheret é alvo dos protestos contra a PEC 215 que altera o marca regulatório das demarcações de terras indígenas. 

O leilão: Foi leiloado para a exploração de petróleo o megacampo do pré-sal “Libra”. O consórcio vencedor tem como acionista majoritário a Petrobras. Estima-se que a produção diária nos próximos anos alcançará 1.400.000 barris por dia. 



Os protestos: Na Tailândia a oposição lidera os protestos que exigem a renúncia da Premiê Yingluck Shinawatra, na Ucrânia, onde os protestos liderados pela oposição (pró EU) contra a proximidade entre o governo ucraniano e o governo russo de Putin, na Turquia oposicionistas protestam contra o governo exigindo sua renúncia desde junho e na Bulgária onde os protestos tiveram início em janeiro tornando-se cotidianos até agora, neste momento as manifestações exigem a renúncia do governo liderado por Plamen Oresharski. 

NOVEMBRO

A derrocada: A OGX empresa do grupo de Eike Batista entra com um pedido de recuperação judicial. As demais empresas do grupo tem reportado quedas importantes de negócios e lucratividade repercutindo no mercado de ações com volumosas depreciações de seus títulos. 


Zé Dirceu e José Genoino são presos 

As prisões: Os réus condenados, conhecidos como “mensaleiros”, são aprisionados após determinação do STF.

O acidente: As obras do Itaquerão (palco de abertura da Copa do Mundo de 2014) foram paralisadas com a queda de uma grua sobre parte da estrutura metálica causando a morte de dois trabalhadores. 




A conquista: O Cruzeiro Esporte Clube conquistou pela terceira vez o título de campeão brasileiro de futebol. 

A entrada: A China acaba de entrar no seleto grupo dos países que exploram o espaço sideral ao consegui colocar sua sonda-robô Yutu na lua. 

O acordo: O G5+1 (EUA, Reino Unido, França, China e Rússia, e a Alemanha) e o Governo do Irã firmaram um entendimento no qual o governo do Irã se compromete em conter seu programa nuclear em troca da suspensão de embargos impostos pelas potências ocidentais. 

 tensão: Disputa por ilhas no Mar da China Oriental mobiliza aviões da China, Coreia, Japão e EUA e se torna mais um foco de tensão no mundo.


DEZEMBRO

O fiasco: Embora tenha havido oito milhões de adesões à pagina criada no Facebook para o “toplessaço”, apenas duas mulheres aderiram ao chamado na praia de Ipanema no Rio de Janeiro. 

A retração: A Serasa Experian, empresa de informações de crédito, emitiu um relatório dando conta de que as vendas entre 18 e 24 de dezembro de 2013 aumentaram somente 2,7 por cento ante mesmo período de 2012. O pior resultado desde o início do levantamento em 2003. 

As enchentes: Mais de 40 mortos até o momento, este é o saldo das chuvas que caem sobre todo o Espírito Santo e parte de Minas Gerais. 

As campeãs: A seleção Brasileira de Handebol conquista um inédito campeonato mundial vencendo as sérvias na final disputada em Belgrado (Sérvia). 


Tufão devasta LLoilo (FILIPINAS) 

A devastação: Um tufão devasta LLoilo na Filipinas, milhares de filipinos foram mortos. O retorno: A socialista Michele Bachelet é eleita Presidenta do Chile, assim volta o governar o Chile após 4 anos na oposição ao Sebastian Piñera. 

A violência: No Sudão do Sul estima-se 500 mortes e mais de 30 mil refugiados em razão de uma violenta disputa pelo poder entre o atual presidente e o seu ex-vice. O Presidente Salva Kiir pertence à etnia “dinka”, a mais numerosa do país, enquanto o ex-vice Riek Machar é da etnia “nuer”, a segundo maior etnia. Para a ONU, uma guerra civil parece ser inevitável. 

A descriminalização: O Senado aprovou proposta do governo que estatiza a produção e a comercialização da maconha.


Nelson Mandela - 1918-2013 

O falecimento: Nelson Mandela uma das maiores lideranças, líder do movimento antiapartheid na África do Sul e ex-presidente da principal nação africana.
0