A "VITÓRIA" DE GABRIEL

Cires Pereira - 04 de novembro de 2013






Gabriel Massote Pereira
Segunda feira próxima é dia 11, o dia mais aguardado do ano, pois é o dia que "Vitória" entrará pra história de um cara que, por conta disso, terá uma longa vida pela frente. Gabriel Massote Pereira aguarda ansioso pela chegada e entrada sem pedir licença de "Vitória".
"Vitória" é o nome dado pela doadora à medula óssea que Gabriel receberá de braços abertos no próximo dia 11, em mais uma batalha na guerra contra a leucemia. Quase tudo está pronto em São Paulo, onde Gabriel se encontra para o grande dia, o dia "V". 


Optei em fazer parte desta campanha que mobilizou as redes sociais e envolveu milhares de pessoas, todas num mesmo propósito imediato, salvar Gabriel e num propósito de longo prazo ampliar o número de doadores de órgãos, especialmente de medula óssea. É possível que nem mesmo Gabriel consiga avaliar a extensão ou amplitude de sua iniciativa, há muito tempo não via nada parecido, uma verdadeira "corrente do bem".

O sorriso de Gabriel, em meio ao seu drama, resume a desproporcional e imensurável vontade de continuar vivo. Creio que Deus haverá de levar tudo isso em conta e proporcionar a Gabriel o melhor pra ele. Suspeito que Deus tenha criado alguns acima da média, Gabriel encontra-se entre estes. Fico orgulhoso de ter alguém próximo como Gabriel, mesmo não conhecendo-o pessoalmente. Contudo tenho a sensação de que Gabriel tornou-se mais um irmão. Sim todos nós passamos a amar  este cara. 


O governo de nosso país deveria render homenagens a Gabriel Massote que se revelou, mesmo com toda a adversidade, o maior de todos os brasileiros do ano. Gabriel é "o cidadão do ano". Não faltam argumentos pra isso, o seu sorriso (da foto acima) exprime toda o altruísmo e a entrega deste cara por uma causa nobre como é a campanha de doação de órgãos.

Todas as palavras concebidas por este cara e lançada na rede tem tido um efeito simplesmente fantástico, todos que se engajaram de alguma forma à campanha encampada por Gabriel parecem ter sido vacinado contra o mau humor, o egoísmo e a indiferença. Isso aconteceu comigo. 

Gabriel disse ainda hoje num bela carta endereçada à sua doadora: "Dê uma chance para o amor, dê uma chance para a vida. Deixe o medo para as baratas, o pânico para a altura, e abra o seu coração para essa aventura do bem". 

Leia a íntegra da carta clicando no link abaixo 

Termino replicando o apelo de Gabriel "Doe sangue, doe órgãos, doe medula", vá agora mesmo ao hemocentro e faça seu cadastro. É par o bem do próximo, mas principalmente para o próprio bem. Torçamos pelo sucesso do procedimento que Gabriel enfrenta neste momento, torçamos pela sua pronta recuperação. A nobre "causa" estará ainda mais reforçada se Gabriel continuar vivo para continuar colaborando. À doadora e familiares, meu maior muito obrigado e minha absoluta admiração e gratidão.
0